sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

Diálogos

Me descarna os lábios
o peito assim morno
Me prende a alma
a boca seca de palavras
àqueles que vieram ao mundo para se expressar,
mas não possuem o dom das palavras, o que resta?
- o gesto amargo e dedutivo. e se o que assoma são as partes vazias do dialógo, como então preencher com o vão dos gestos, da dança, da arte?
àqueles que buscam as palavras perdidas: o silêncio.
O único que se mostra em demasia e revela as intenções desnudas de sintaxe.
Aquele que unicamente pertence ao tempo e com ele preenche todo o espaço.

3 comentários:

Acássia disse...

eu já disse, mas todos têm que saber.. tenho medo de até onde ela consegue ir, pq pra mim lá é tudo muito escuro. E ela consege extrair tudo o que eu menos imagino de lá..

simplesmente, amo.

Amanda disse...

a.D.* : =/ =( =)
d.D.** : =O

=***

* : antes de "Diálogos"
**: depois de "Diálogos"

Lívia Vasconcelos disse...

Quando n se consegue falar, melhor restringir-se a sentir.
tem coisas que são apenas para serem sentidas e vividas!


:*